segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Completo

Ausência maldita que lateja no peito nessa eterna demora dos ponteiros do relógio, teimando na lentidão para me deixar longe de tua presença. Construí um lar em teus braços, achei conforto em teu sorriso e longe deles meu mundo é incompleto. Voltei a acreditar em algo chamado amor. Te amo até nos erros, te amo em qualquer detalhe imperfeito, pois a tua imperfeição se torna perfeita na imensidão que é o teu olhar. Sou tua de alma, de corpo. Essa roda da vida, esse ciclo que nunca para, moinho gigante do viver, girou, girou me trazendo novamente junto a ti, meu amante atemporal. Atravessando o tempo, rompemos barreiras que não são nada para o recíproco verdadeiro. Longe de ti meu peito dói, me sinto tão incompleta e pequena. Quando estás longe de meu olhar, tudo se converte em um grande nada, em um vazio completo, pois ao teu lado, meu coração encontra a razão do viver.

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Acontece

Não posso acelerar os ponteiros do relógio para que te aproximar mais rápido de mim. Da natureza nada posso mudar, é certeira e equilibrada em todos seus aspectos. Dos amantes cabe apenas estarem eternamente sujeitos a esta maldita questão temporal. De esperar o tempo me desfaço e refaço. Aguardando pacientemente pelos momentos que serão tão breves como leve sopro de brisa no verão que mesmo breve, alivia. O amor pode ser tão incerto, pois sentimentos são por vezes confusos e solitários. No pensamento me perco, nas tuas palavras me acho. Por mais que tenha caído tantas vezes, desamparada em promessas vazias de um para sempre, inevitavelmente volto a amar. E é tudo cheio de amor, amor, amor, até no ódio, amor, até na insegurança, amor. Não há volta nem reza quando o amor acontece. O único a fazer é estar sujeita e ser devota a este sentimento que ao menos tempo que acalenta, transtorna.

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Nosso

Em minha mente
amor
No céu na tua boca
amor
Na beiradas de teu corpo
amor
No teu olhar
amor
No calor de teus braços
amor
Até no ódio
amor
Sou toda amor
Somos amor
Somos dois
Somos um.